Home / Fauna e Flora Local

Fauna e Flora Local

Comunidade faunística regional passou por amplo processo de simplificação, especialmente as espécies mamíferas de maior porte. Existe uma dominância da avifauna. Aves de baixos índices em outras regiões foram observadas aqui:

Maria Faceira (Syrigma sibilatrix), o soldadinho (Antilophia galeata) e a saíra amarela (Tangara cayana). E ainda espécies comuns como Ema, João-de-barro, Sabiá-laranjeira, Arara-canindé, Bem-te-vi, Juriti, Tiziu, pardal, Choca, Maracanã, Rolinha, Quero-quero, Coruja-buraqueira, Biguá, Andorinha-do-rio, Garça-branca-grande, Garça-branca-pequena, Coleiro, Curicaca, Jaçanã, Matraca, Quiri-quiri, sanhaço, urubu-comum.

Observa-se a presença esporádica de pequenas populações de capivara ( Hydrochaeris Hydrochaeris) e em trânsito o tamanduá-bandeira ( Myrmecophaga tridactyla ) e o cachorro do mato ( Cerdocyon thous ).

O Rio Aporé ou do Peixe apresenta ictiofauna característica da Bacia do Paraná, que apresentou assoreamento de cursos d’água, além da construção de sucessivas barragens no Rio Paranaíba. O Rio Aporé também sofreu assoreamento em virtude das monoculturas, o que reduziu a piscosidade do rio, o IBAMA, em um trabalho realizado soltou milhares de alevinos, enriquecendo a vida no rio. Algumas das espécies registradas:

Piau verdadeiro – Leporinus friderici
Pacu – Metynnis SP
Traíra – Hoplias malabaricus
Jaú – Paulicea lutkeni
Piapara – Leporinus

Entre os lacertílios foi constatada a presença da lagartixa-preta (Tropidurus torquatus), do calango verde (Ameiva) e do calango (Cnemidophorus Ocellifer) e o teiú (Tupinambis)

WhatsApp